REVALIDA – Exame conta com mais de 90% dos participantes inscritos

Primeira etapa foi aplicada em 13 capitais brasileiras e contou com mais de 15 mil médicos. Gabarito preliminar será divulgado na terça-feira, 8 de dezembro

Mais de 90% dos inscritos na primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2020 realizaram prova neste domingo, 6 de dezembro. A aplicação ocorreu em dois turnos (matutino e vespertino) para mais de 15 mil participantes, em 13 capitais brasileiras. Os gabaritos preliminares serão divulgados na terça-feira, 8 de dezembro.  

Ao longo do dia, os procedimentos foram realizados conforme o previsto no edital. As provas regulares começaram às 8h e terminaram às 19h30. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também garantiu o tempo adicional aos participantes que requisitaram o recurso e tiveram a solicitação aprovada. 

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, chamou a atenção para a importância da aplicação do Revalida 2020 diante das dificuldades enfrentadas em função da pandemia de COVID-19. “Havia um pedido grande pela realização do Revalida e o Inep conseguiu aplicá-lo”, disse. Lopes ponderou, ainda, os esforços da autarquia para aperfeiçoar o exame, para além da aplicação deste domingo. “Neste momento de incertezas que estamos vivendo, fomos capazes de estruturar a aplicação e revisar a matriz de prova. Houve um trabalho para aplicar uma prova melhor. Conseguimos organizar, fazer as inscrições e realizar o exame com sucesso, sem intercorrências significativas. Garantimos a aplicação com segurança sanitária e mostramos que o Inep está preparado, mesmo em uma situação de pandemia, para a realização dos exames e das avaliações que são importantes para a sociedade”, complementou.

Cidades – A primeira etapa do Revalida 2020 foi aplicada em 13 capitais brasileiras: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP). 

Segunda etapa – Somente os aprovados na primeira etapa podem participar da segunda. Uma novidade desta edição é que, se o médico formado no exterior reprovar na segunda etapa, ele poderá se reinscrever diretamente nessa fase, nas duas edições consecutivas. Anteriormente, era necessário realizar todo o processo desde o início. Cronograma, diretrizes e procedimentos da segunda etapa serão publicados, posteriormente, em edital próprio. 

Revalida – Aplicado pelo Inep desde 2011, o Revalida busca regularizar, no Brasil, o diploma de graduação em medicina expedido no exterior. As referências do exame são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional. O objetivo é avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A revalidação do diploma é responsabilidade das universidades públicas que aderirem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.

Cidade Inscritos Presentes
Rio Branco (AC) 1.277 1.140
Manaus (AM) 765 706
Salvador (BA) 1.035 948
Fortaleza (CE) 898 818
Brasília (DF) 1.280 1.161
Belo Horizonte (MG) 749 685
Campo Grande (MS) 1.416 1.259
Belém (PA) 1.047 926
Recife (PE) 806 725
Curitiba (PR) 1.485 1.349
Rio de Janeiro (RJ) 642 577
Porto Alegre (RS) 1.254 1.124
São Paulo (SP) 2.899 2.586
TOTAL 15.553 14.004
Confira o número por cidade:

Acesse o edital do Revalida 2020  

Conheça a Matriz de Referência do Revalida

Conheça as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina

Acesse o Sistema Revalida

Saiba mais sobre o Revalida


Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social do Inep

 

Deixe um comentário

*

captcha *