PESQUISA – Capes prorroga prazos em edital de bolsas de estudo para combate a epidemias

Fonte: MEC - Assessoria de Comunicação Social, com informações da Capes

Coordenação informou novas datas para divulgação de resultados, homologação e início das atividades


Por conta do grande volume de propostas recebidas, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) alterou os prazos do edital nº 9 de 2020 do Programa de Combate a Epidemias. O resultado preliminar estava previsto para ser publicado a partir de 25 de maio e a nova previsão será a partir de 22 de junho. A iniciativa é uma das medidas da vinculada ao Ministério da Educação (MEC) para o enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Com a mudança, a seleção final será a partir de 1º de julho, a homologação dos resultados está prevista para o dia 6 de julho e o início dos projetos, a partir de 1º de agosto.

Por meio do edital, serão selecionados até 30 projetos a serem desenvolvidos pelos próximos quatro anos. São 900 bolsas e cada projeto receberá 30 — 18 de pós-doutorado e 12 de doutorado — além do investimento de R$ 345 mil para cada iniciativa aprovada. Seis áreas específicas são abrangidas: Epidemiologia, Infectologia, Microbiologia, Imunologia, Bioengenharia e Bioinformática.

Com a seleção, a Capes tem o objetivo de incentivar pesquisas focadas no desenvolvimento de estudos inovadores de prevenção; diagnóstico e estratégias terapêuticas; aprofundar o entendimento de doenças infecciosas; desenvolver Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); e promover monitoramento, mapeamento e controle de surtos, de endemias, de epidemias e de pandemias.

Os projetos de combate às epidemias submetidos à seleção do edital vão passar por quatro etapas de análise — propostas, técnica, mérito e prioridade. A avaliação irá considerar diversos fatores, como originalidade, relevância, aplicabilidade, qualificação e produtividade dos pesquisadores, experiência da equipe e demonstração da capacidade de execução das metas. Os resultados serão publicados após a análise de todas as candidaturas.

Programa de Combate a Epidemias – Trata-se de um conjunto de ações de apoio a projetos, pesquisas e formação de recursos humanos para enfrentar endemias e epidemias, com foco na Covid-19. A iniciativa é voltada para programas de mestrado e doutorado.

O programa é estruturado em duas fases. Na etapa inicial, 1.150 bolsas emergenciais imediatas apoiaram áreas de Saúde (850 auxílios), Exatas, Engenharias, Tecnologias e Multidisciplinares (300 benefícios). Também faz parte da primeira fase, o edital nº 09/2020, que convoca até 30 projetos para o repasse de 900 bolsas e R$ 345 mil de custeio.

Já a segunda etapa seleciona 57 projetos, que receberão 550 bolsas e R$ 200 mil para despesas.

Deixe um comentário

*

captcha *