Instituições de educação superior têm até 24 de julho para se manifestarem sobre classificação de cursos

O período para as instituições de educação superior se manifestarem a respeito da classificação preliminar de seus novos cursos inseridos no cadastro e-MEC termina em 24 de julho. A consulta e a manifestação em relação à classificação deverão ser realizadas no sistema do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), no ambiente da Classificação Internacional Normalizada da Educação Adaptada para Cursos de Graduação e Sequenciais de Formação Específica (Cine Brasil). As manifestações estão sendo recebidas desde quinta-feira, 9 de julho. Os novos cursos foram inseridos no e-MEC entre 26 de fevereiro e 31 de maio de 2020.

A classificação é importante para a disseminação das estatísticas da educação superior do país e será utilizada como referência para o enquadramento dos cursos a serem avaliados no Enade, para a designação das comissões de avaliação dos cursos de graduação e como referência de classificação dos cursos por meio do cadastro e-MEC. Ela também permitirá comparações de estatísticas educacionais entre países por parte de organizações internacionais.

A Diretoria de Estatísticas Educacionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou dois documentos para auxiliar no processo: a Manifestação Passo a Passo e o Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais Cine Brasil. Dúvidas podem ser enviadas pelo e-mail classifica.curso@inep.gov.br.

Cine Brasil – A classificação é uma adaptação do Inep sobre a International Standard Classification of Education – Fields of Education and Training (Isced), produzida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), sendo traduzida em português e publicada pelo instituto como Classificação Internacional Normalizada da Educação adaptada para Cursos de Graduação e Sequenciais de Formação Específica, com adequações à realidade educacional brasileira. A Cine Brasil compreende onze áreas gerais de formação que tomam como base as seguintes áreas de conhecimento: programas básicos; educação; artes e humanidades; ciências sociais, comunicação e informação; negócios, administração e direito; ciências naturais, matemática e estatística; computação e tecnologias da informação e comunicação (TIC); engenharia, produção e construção; agricultura, silvicultura, pesca e veterinária; saúde e bem-estar; e serviços.

Acesse o Sistema Enade

Veja o passo a passo para manifestação sobre a classificação de novos cursos

Consulte o Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais Cine Brasil

Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social do Inep

 

 

Deixe um comentário

*

captcha *