CENSO ESCOLAR – Professores estão mais permanentes nas escolas

Em 2020, 45,8% das escolas foram classificadas na faixa média-alta do Indicador de Regularidade do Corpo Docente, a segunda faixa mais elevada do indicador

O Censo Escolar 2020 aponta que os docentes têm permanecido como professores da mesma escola por mais tempo. Segundo a pesquisa estatística, o Indicador de Regularidade do Docente (IRD), que avalia a permanência dos professores nas escolas nos últimos cinco anos, apresentou um avanço em relação a 2019. O percentual de escolas na faixa média-alta do indicador passou de 42,6% em 2019 para 45,8% em 2020, um aumento de 3,2 p.p (pontopercentual). Também foi observado um aumento para a faixa alta do indicador, passando de 10,1% em 2019 para 13,1% em 2020, uma elevação de 3,0 p.p. Quanto mais tempo o professor permanece no quadro funcional de uma instituição melhor conhece a escola e mais contribui na relação com os alunos e com a comunidade atendida. 

O percentual de escolas privadas na faixa alta do indicador é o maior em comparação com as outras redes. O Censo 2020 mostra que a regularidade dos docentes nas escolas privadas tem sido cada vez maior, o que elevou o percentual de escolas na faixa alta do IRD de 16,0%, em 2019, para 20,4% em 2020.  Um crescimento de 4,4 p.p. Já o percentual de escolas da rede pública na faixa alta do IRD cresceu 2,7 p.p., passando de 8,6% para 11,3%. De qualquer forma, o maior percentual tanto de escolas privadas quanto das públicas está localizado na faixa médio-alta do indicador, cujo o percentual de escolas privadas, em 2020, foi de 49,3% e 44,9% para as públicas. 

Esses dados fazem parte da primeira etapa do Censo Escolar 2020 e foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 29 de janeiro. Como a autarquia alterou a data de referência do Censo Escolar 2020, de maio para março, devido a pandemia causada pela Covid-19, os resultados da pesquisa retratam a situação das escolas em um contexto que antecede a crise sanitária, não refletindo, ainda, seu impacto na educação. O período de preenchimento das informações referentes à segunda etapa (Situação do Aluno) está aberto no sistema Educacenso até o dia 7 de abril. A divulgação dos resultados finais está prevista para junho de 2021. 

Indicador de Regularidade do Docente – O indicador varia na pontuação de 0 a 5, de forma que quanto mais próximo de 0, mais irregular é o docente e, quanto mais próximo de 5, mais regular ele é. Nas divulgações por município, UF, região ou Brasil, as escolas são classificadas por níveis de regularidade de acordo com o IRD médio dos docentes da escola: baixa regularidade (IRD médio igual ou menor que 2), média-baixa (IRD médio maior que 2 até 3), média-alta (IRD médio maior que 3 até 4) e alta (IRD médio maior que 4 até 5). 

Censo Escolar – Coordenado pelo Inep e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação, o Censo Escolar conta com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. A pesquisa é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira. Os dados coletados resultam em uma série histórica de informações, permitindo a geração de indicadores que representam a situação dos alunos e professores nas salas de aulas do Brasil. 

Acesse aos indicadores do Censo Escolar 2020

Acesse ao Resumo Técnico do Censo Escolar 2020

Saiba mais sobre o Censo Escolar

Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social do Inep

Deixe um comentário

*

captcha *