CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR – Censo altera nomenclatura de representantes de instituições

Responsável pelo preenchimento do Censo da Educação Superior passa a ser conhecido como recenseador institucional

O responsável pelo preenchimento do Censo da Educação Superior será nomeado como recenseador institucional. A alteração, publicada na Portaria n.º 984, de 18 de novembro de 2020, foi motivada pelo fato de que a figura do pesquisador institucional era, reiteradamente, confundida com a do procurador institucional.

A alteração do nome foi feita com base em sugestões dos próprios recenseadores. Em uma pesquisa realizada em 2018, destacou-se a necessidade de mudança do nome de pesquisador para recenseador institucional.

Os recenseadores institucionais são os representantes oficiais das instituições de educação superior junto ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). São eles que preenchem os formulários eletrônicos, verificam e corrigem inconsistências de dados declarados e apuram questionamentos do Inep referentes ao Censo da Educação Superior.

Censo da Educação Superior – Pesquisa que reúne informações sobre instituições de educação superior, cursos, docentes e alunos. O preenchimento do censo é pré-requisito para a expedição de atos regulatórios e para a participação das instituições de educação superior em programas do Ministério da Educação (MEC), como o Programa Universidade para Todos (ProUni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A pesquisa subsidia ainda a avaliação da educação superior, sendo insumo para o cálculo do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e do Índice Geral de Cursos (IGC), dois dos Indicadores da Qualidade da Educação Superior divulgados pelo Inep.

Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social do Inep

Deixe um comentário

*

captcha *