Amábile Pacios é nomeada Conselheira Nacional de Educação

“É muito gratificante para mim receber essa honra de participar do Conselho Nacional de Educação (CNE), compondo a Câmara de Educação Básica. Esse trabalho coroa a minha carreira dedicada a educação, a partir do chão de fábrica, que é a sala de aula. Esse desafio vai estender as fronteiras para mim porque sairei dos limites do ensino privado para contribuir com a educação pública”, afirmou a vice-presidente educacional da Cebrasse, Amábile Aparecida Pacios e agora também conselheira Nacional do Ministério da Educação. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União e entre sete membros nomeados no DOU, Amábile é a única mulher.

O CNE é um órgão de assessoramento do Ministério da Educação (MEC), responsável por propor políticas públicas na educação. Os pareceres do conselho são submetidos ao ministro, que pode aprovar ou vetar parte das orientações. O mandato é de quatro anos, podendo ser prorrogado por mais dois. De acordo com Amabile, o Conselho já tem uma programação de atuação em temas como educação indígena, educação profissional e a implantação do novo ensino médio. “Vou acompanhar essa programação e dar minha contribuição”, afirmou.

Amábile possui ampla trajetória de atuação em prol dos interesses do setor educacional. Ela foi presidente da Câmara de Ensino Superior da FENEP, entidade que presidiu por 4 anos e hoje é vice-presidente. Também atuou como presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular do Distrito Federal (SINEPE-DF) no período de 2004 a 2011.

Dona de uma personalidade participativa e aberta ao diálogo, Amábile aposta na nomeação de educadores que estejam acostumadas ao dia a dia de escolas e universidades para uma atuação ainda mais destacada. “Eu considero que dentro deste âmbito onde eu tenho trabalhado há mais de 30 anos, tanto dentro das salas de aula, como nas entidades representativas da educação básica e do ensino superior me qualificam para participar do debate nacional e contribuir por meio das minhas experiências. Temos consciência dos desafios a serem enfrentados e, por isso, vamos pautar nossas ações no fortalecimento da educação brasileira. É fundamental o alinhamento e empenho de todos na construção de resultados que sejam capazes de fortalecer e qualificar o ensino, com plena participação da sociedade”.

Para o presidente da FENEP, Ademar Batista Pereira, a nomeação veio numa boa hora, diante dos desafios enfrentados na Educação, especialmente diante da pandemia ocasionada pela Covid-19, vivida há quase quatro meses. “O Conselho Nacional de Educação ganha com a nomeação de educadores que vivenciam na prática a educação básica e superior. Sem dúvidas foi uma ótima escolha”.

Sobre Amábile Pacios

Natural de São Paulo (SP), Amábile Aparecida Pacios é professora de Matemática e Física, gestora, autora de livros didáticos, palestrante e conferencista. Atualmente preside o Grupo Educacional Dromos, onde atua como diretora e professora. Tem dois filhos, também professores, compondo uma família que acredita na Educação.

 Fonte: Cebrasse

Deixe um comentário

*

captcha *