Hotsite unifica os canais de informação para candidatos

Fonte: MEC  – Assessoria de Comunicação Social

Os estudantes que pretendem se candidatar a uma bolsa do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem obter todas as informações sobre o programa em um único lugar. Lançado no final do ano passado, o hotsite do Fies, mantido pelo Ministério da Educação, é uma importante ferramenta para esclarecer dúvidas, saber os prazos de inscrições, ter acesso aos contratos vigentes, negociar dívidas e participar do processo seletivo.

A página foi criada para unificar os diversos sites sobre o programa e para oferecer aos candidatos todas as informações do Novo Fies, que prevê em alguns casos juro de 0%. Ao acessar, o candidato consegue ser direcionado para todos os endereços eletrônicos relacionados ao programa, sem a necessidade de visitar vários portais.

O hotsite foi elaborado para ser aberto em dispositivos como tablets, smartphones e PCs, independentemente de sistema operacional. A página também segue o Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (e-MAG), que prevê o acesso facilitado a qualquer pessoa, independente das condições físicas, dos meios técnicos ou dispositivos utilizados.

Novo ­– Desde o início desse ano, o Fies começou a funcionar com novas regras. O novo fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. O Novo Fies trouxe melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa a fim de garantir um acesso mais amplo ao ensino superior.

Para concorrer a uma vaga, o candidato deve ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, ter alcançado média igual ou superior a 450 pontos e não ter zerado a redação.

O novo Fies tem três modalidades de financiamento:

Modalidade 1: destinada à oferta de vagas com juro zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Nessa modalidade, o aluno começa a pagar as prestações respeitando o seu limite de receita, fazendo com que os encargos a serem pagos pelos estudantes diminuam consideravelmente.

Modalidade 2: destinada às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos.

Modalidade 3: destinada a todas as regiões do Brasil e conta com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Também pode receber recursos próprios dos bancos. Assim como a modalidade 2, será destinada aos estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos.

Acesse o hotsite do Fies

Deixe um comentário

*

captcha *