ENEM – Diretor do Inep palestra sobre Enem Digital em reunião

Encontro on-line abordou o tema de metodologias ágeis e inovação no ensino. Evento é coordenado pelo Comitê Estratégico de Educação da Amcham Brasil

Em reunião on-line do Comitê Estratégico de Educação da Amcham Brasil, o diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais do Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Camilo Mussi, palestrou sobre o desenvolvimento e a aplicação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2020 Digital. O encontro, que teve como tema “Metodologias Ágeis e Inovação”, aconteceu na manhã desta quinta-feira, 11 de fevereiro, das 10h às 12h. 

Em sua apresentação, Mussi explicou todo o projeto e a logística para a aplicação da versão digital do Enem 2020, realizado nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2020. Além disso, o diretor como deu esclarecimentos sobre os processos de segurança utilizados para garantir a isonomia do exame.  

Outro ponto destacado foi a capacidade de alcance que o Enem Digital pode conseguir até 2026, utilizando métodos interativos, como utilização de vídeos e som para questões de prova. “Essa inovação é sensacional, um sucesso. O Enem Digital é o maior exame do mundo, ficando atrás apenas da China em aplicação digital on-line simultânea. Além das provas com vídeo e som, queremos também fazer o exame em mais datas. Imaginamos fazer em 2026, se possível, até 10 Enem por ano”, destacou. 

Para o diretor do Inep, a ideia do Enem Digital é atingir o maior número de municípios possível e proporcionar que mais pessoas possam realizar o exame, sem que precisem se deslocar de uma cidade para a outra. “Hoje, nós somos obrigados a atingir só 1700 municípios, por causa da logística, com a utilização de serviços dos Correios, por exemplo. Porém, se hoje tivéssemos 5 mil municípios brasileiros com pelo menos um laboratório com acesso à internet, todos daquela região poderiam fazer a prova. Nós queremos ter essa capilaridade de atingir o país todo”, concluiu. 

Além de Camilo Mussi, também palestraram, no evento on-line, o professor Vidal Martins, vice-reitor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR); e Eduardo Moresi, coordenador do Projeto Apple Developer Academy, da Universidade Católica de Brasília (UCB). 

Enem 2020 – Em 2021, o Inep aplicou duas versões do Enem (digital e impressa). O exame digital ocorreu nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, em 104 municípios brasileiros. No total, o exame contou com uma estrutura de 4.053 laboratórios de informática. Nesta edição, a inscrição foi opcional. Com isso, os participantes puderam optar entre o modelo digital, para o qual o Inep ofereceu 101.100 vagas, ou a prova impressa. Já o Enem impresso ocorreu nos dias 17 e 24 de janeiro. Os resultados das duas versões do exame serão divulgados no dia 29 de março. 

Reaplicação – Os participantes da versão digital que se sentiram prejudicados por incidentes logísticos durante o exame podem solicitar a reaplicação. O prazo para fazer o pedido encerra nesta sexta-feira, dia 12 de fevereiro. O encaminhamento para a reaplicação não é automático. A solicitação deve ser feita por meio da Página do Participante, na qual o inscrito também deverá consultar o resultado. As provas ocorrerão em 23 e 24 de fevereiro. É importante lembrar que a reaplicação ocorrerá em provas impressas, independentemente da versão em que o participante estava inscrito a princípio. 

Saiba mais sobre o Enem 

Confira as orientações para solicitar reaplicação

Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social do Inep

Deixe um comentário

*

captcha *