ENADE – Toque de aparelho eletrônico é critério de eliminação durante prova no domingo

Fonte: INEP - Assessoria de Comunicação Social 

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 será aplicado neste domingo, 24 de novembro, em todos os municípios onde há cursos avaliados em funcionamento. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registrou 435 mil inscritos para fazer as provas em 1.217 locais de todas as unidades da Federação. Participantes devem estar atentos a horários e regras do exame.

A consulta ao local de prova deve ser feita pelo Sistema Enade. O endereço só é acessível para quem respondeu ao Questionário do Estudante, que é obrigatório para a regularidade junto ao Enade. Os portões dos locais de exame serão abertos às 12h e fechados às 13h, seguindo o horário oficial de Brasília. As provas começam às 13h30 e têm 4 horas de duração. Estudantes devem permanecer nas salas de aplicação até 14h30, em todas as unidades da Federação. O exame será encerrado 17h30. Participantes com tempo adicional, solicitado e homologado, podem ficar na sala até 18h30.

Toque de eletrônico elimina – Telefones celulares ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos, desligados, devem ser mantidos no envelope porta-objetos. De acordo com as regras do exame, se o aparelho eletrônico do participante emitir som na sala de prova, ele deverá assinar o termo de eliminação do Enade, ficará irregular e não conseguirá colar grau.

Documento original e caneta preta – Os participantes devem levar documento original com foto. Não são aceitos protocolos, identificações digitais e cópias, mesmo que autenticadas. A caneta de tinta preta, fabricada com material transparente, é a única aceita. Não é permitido manter nenhum outro objeto (por exemplo: lápis, borracha ou calculadora) sobre a carteira.

Provas – A prova do Enade é composta por itens de formação geral, comum aos cursos de todas as áreas, e de componente específico. Em formação geral, são dez questões, sendo duas discursivas e oito de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudos de caso; a parte de componente específico tem 30 questões, sendo 3 discursivas.

Cursos avaliados – Na edição de 2019, o exame avaliará os cursos de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança. Engenharia civil é o curso com o maior número de inscritos, 57.571, seguido por enfermagem, com 41.259 inscritos.

Enade – O exame é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por uma prova para avaliação de desempenho dos estudantes e um Questionário do Estudante. De acordo com a legislação, devem ser inscritos no exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição. Apenas os concluintes precisam fazer a prova. No histórico escolar do estudante, ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade, requisito para colação de grau em cursos de graduação.

Acesse o Sistema Enade

Deixe um comentário

*

captcha *