ENADE – Prazo de recursos para gestantes, deficientes e inclusão de nome social termina sexta-feira, 27

Fonte: MEC - Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep 

Documentação será reavaliada e resultado será liberado a partir de 1º de outubro

Os estudantes que fizeram a solicitação de atendimento diferenciado no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 e tiveram o pedido negado podem pedir recurso. O prazo vai até esta sexta-feira, 27 de setembro. Entram nesses casos, por exemplo, pessoas com deficiência física, gestantes e quem optou por inclusão de nome social.

Para isso, os candidatos devem enviar novos documentos pelo Sistema Enade. O resultado dos recursos será divulgado a partir de 1º de outubro pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado Ministério da Educação (MEC).

O Inep faz três tipos de classificações. O atendimento especializado destina-se a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e/ou discalculia. Já o específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos ou pessoa com outra condição específica.

Existe ainda o atendimento por nome social. Podem solicitar pessoas que se identifiquem e queiram ser reconhecidas socialmente em consonância com sua identidade de gênero.

Edição – O Enade de 2019 vai avaliar os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

O objetivo do exame é avaliar o desempenho dos estudantes com relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação, bem como o desenvolvimento de competências para a formação geral e profissional, e a atualização do estudante em relação à realidade brasileira e mundial.

Questionário – Os coordenadores de curso devem orientar os estudantes inscritos no Enade 2019 a responder ao Questionário do Estudante, prazo que vai até 21 de novembro. O documento faz parte do processo avaliativo e o seu preenchimento é obrigatório. O estudante que não responder ao questionário ficará em situação de irregularidade junto ao Enade e, ainda que cumpra todas as demais obrigações do exame, não conseguirá colar grau.

Deixe um comentário

*

captcha *