ENADE – Inep estende prazo para preenchimento do Questionário do Estudante até as 13 horas de domingo, 24

Fonte: MEC - Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep 

Até a manhã desta sexta-feira, 22, 93% dos inscritos já haviam preenchido os questionários e 70%, consultado o local de exame

Os alunos que ainda não responderam ao Questionário do Estudante do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 ganharam um tempo extra. O prazo para preenchimento do formulário foi reaberto e termina no próximo domingo, 24 de novembro, às 13 horas, exatamente trinta minutos antes do início da prova. O procedimento deve ser feito pelo Sistema Enade, na internet. Neste ano, 434.859 estudantes se inscreveram para participar do teste.

O exame é destinado a estudantes concluintes de cursos de graduação. Ingressantes também são inscritos, mas não fazem a prova. Para os formandos, a situação de regularidade com o Enade fica registrada no histórico escolar e é requisito para colação de grau. A consulta ao local do teste só poderá ser solicitada após o preenchimento do questionário.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do exame, até as 8h30 desta sexta-feira, 22, 93% (403.363) dos inscritos já haviam preenchido os questionários e 70% (298.611), consultado o local de exame.

Enade 2019 – O teste será aplicado no domingo, 24. Os portões serão abertos às 12 horas e fechados às 13 horas, de acordo com o horário oficial de Brasília. As provas serão iniciadas às 13h30 e têm 4 horas de duração. É obrigatório que os alunos permaneçam nas salas até as 14h30. O exame será encerrado às 17h30. Participantes com tempo adicional, se solicitado e homologado, podem ficar na sala até 18h30.

Nesta edição, serão avaliados os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Deixe um comentário

*

captcha *