CINE BRASIL – Saiba mais sobre a classificação de cursos superiores

Inep disponibiliza página com dados e orientações sobre a metodologia. Resultados das etapas podem ser consultados pelas instituições no Sistema Enade

As informações relacionadas à Classificação Internacional Normalizada da Educação Adaptada para os Cursos de Graduação e Sequenciais de Formação Específica (Cine Brasil) agora podem ser encontradas em uma página específica, no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Entre os dados disponíveis estão histórico e legislação referentes à classificação, planilha com a estrutura da Cine Brasil, além de manuais e guias de consulta. O ambiente virtual disponibiliza ainda uma série de perguntas frequentes sobre a Cine Brasil. Com isso, interessados podem conferir os questionamentos mais comuns e os respectivos esclarecimentos a respeito da classificação.

Resultados – As instituições de educação superior podem consultar os resultados finais da 3ª e 4ª etapa de classificação de cursos com base na Cine Brasil. A consulta deve ser realizada por meio do sistema do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), na edição 2019/1 (3ª etapa de classificação) e na edição 2020/1 (4ª etapa de classificação).

Na 3ª etapa, foram classificados os cursos inseridos no Cadastro Nacional de Cursos e Instituições da Educação Superior (Cadastro e-MEC) entre junho de 2019 e 25 de fevereiro de 2020. Os cursos receberam a classificação final após o período de manifestação quanto à classificação preliminar, entre 26 de maio e 19 de junho de 2020. Já na 4ª etapa, foram classificados os cursos inseridos no Cadastro e-MEC entre 26 de fevereiro a 31 de maio de 2020.

Outras etapas – O Inep revisou ou procedeu à classificação de mais de 80 mil cursos de educação superior, desde 2018, todos com base na Cine Brasil. A consulta à classificação final dos cursos, abrangendo todas as etapas, também pode ser feita no Sistema Enade, por meio do módulo “Classificação do curso – Cine Brasil”. No ambiente, o procurador da instituição de educação superior e os coordenadores de curso cadastrados no e-MEC também podem visualizar as deliberações do Inep a respeito das manifestações realizadas.

Fluxo de classificação – Desde 1º de junho, o fluxo de classificação de cursos funciona no Sistema e-MEC. Os cursos inseridos no e-MEC, após essa data, serão classificados pela própria instituição de educação superior, no momento do cadastro. A instituição que julgar não ter encontrado rótulo adequado para a classificação do curso pode solicitar, no cadastro, a criação de um novo rótulo por meio de processo específico. A análise da solicitação será realizada pela Comissão Técnica de Classificação de Cursos (CTCC).

Cine Brasil – A classificação é uma adaptação do Inep sobre a International Standard Classification of Education – Fields of Education and Training (Isced), produzida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). É publicada pelo Inep como Cine Brasil, com adequações à realidade educacional brasileira. A classificação compreende onze áreas gerais de formação que tomam como base as seguintes áreas de conhecimento: programas básicos; educação; artes e humanidades; ciências sociais, comunicação e informação; negócios, administração e direito; ciências naturais, matemática e estatística; computação e tecnologias da informação e comunicação (TIC); engenharia, produção e construção; agricultura, silvicultura, pesca e veterinária; saúde e bem-estar; e serviços.

Acesse a página da Cine Brasil

Fonte: MEC - Assessoria de Comunicação Social do Inep

Deixe um comentário

*

captcha *