CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR – Live orienta recenseadores sobre Sistema Censup

Pesquisa também conta com a novidade do formulário “Resposta educacional à pandemia de COVID-19 no Brasil”

Na tarde desta terça-feira, 2 de março, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizou a segunda live do Censo da Educação Superior. O objetivo do evento on-line foi orientar os recenseadores institucionais a respeito das bases legais e do funcionamento geral da pesquisa estatística, referente ao ano de 2020, e apresentar o módulo Instituição de Educação Superior (IES) no novo sistema Censup, aberto para o envio de dados desde segunda-feira, 1º de março.

Na pesquisa referente ao ano de 2020, o módulo IES conta com a novidade do formulário “Resposta educacional à pandemia de COVID-19 no Brasil”, que visa levantar informações, referente aos impactos causados pela pandemia na educação superior. O formulário foi desenvolvido pelo Inep, juntamente com as instituições de educação, e é composto por três seções de preenchimento independente: Calendário e fluxo acadêmico, Estratégias adotadas (obrigatórias) e Pesquisas e extensão (opcional). 

Outra novidade é o sistema Censup, que está mais moderno, ágil e intuitivo. O sistema conta com nova interface gráfica, nova estrutura de banco de dados e novas funcionalidades, tais como, a duplicação do registro de aluno em tela (para universidades federais), o resumo das informações no preenchimento em tela, entre outras propostas de melhoria continuada.

A declaração das informações no sistema é de responsabilidade dos recenseadores institucionais, que devem realizar seus cadastros no novo Censup até o dia 31 de março.

Para o diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Moreno, que participou da live, os recenseadores têm um papel fundamental na coleta de dados da pesquisa. “A figura do recenseador institucional é extremamente importante para que essa produção possa se dar no âmbito das instituições, de tal forma que o país possa contar com as estatísticas, para que as políticas sejam desenhadas de forma pontual, regular e atendendo às expectativas das diferentes normas existentes no Brasil sobre a educação superior” pontuou.

Segundo Moreno, diante do atual cenário de crise sanitária causada pela COVID-19, as estatísticas ganham uma relevância ainda maior. “Se em um ambiente de normalidade a informação para a gestão da política é importante, no momento em que nós vivemos, uma pandemia, a informação passa a ter uma visão estratégica muito mais acentuada”, ressaltou.

A princípio, apenas os módulos Cadastro do Recenseador Institucional e IES estão abertos no sistema Censup. Os próximos módulos do Censo da Educação Superior serão liberados gradativamente, sempre com a apresentação de live um dia após a liberação, de modo que os recenseadores possam ter tempo de conhecer o formulário e se ambientar ao novo sistema antes de participar do evento on-line do Inep.

De acordo com a programação do Inep, o próximo módulo a ser liberado no Censup será o de Cursos e Docentes, no dia 10 de março; e o módulo Aluno e Migração ficará aberto para preenchimento a partir de 17 de março.

Censo da Educação Superior – Realizada anualmente, a pesquisa estatística tem o objetivo de coletar informações detalhadas sobre a situação e as tendências na educação superior no Brasil. O preenchimento do censo é obrigatório para todas as instituições da educação superior cadastradas no sistema e-Mec, além de ser pré-requisito para a expedição de atos regulatórios e para a participação dos estabelecimentos de ensino em programas do Ministério da Educação, como o Programa Universidade para Todos (ProUni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

A pesquisa estatística também possibilita avaliar a educação superior, sendo base de dados para o cálculo do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e do Índice Geral de Cursos (IGC), dois dos Indicadores da Qualidade da Educação Superior divulgados pelo Inep.

Material de apoio – No portal do Inep, os recenseadores e auxiliares institucionais podem encontrar diversos materiais de apoio para o preenchimento do Censo, como manuais, questionários, modelos dos arquivos de migração e tabelas auxiliares, além das perguntas frequentes, informativos e apresentações.

Treinamento EAD – Na plataforma Capacita Servidores, do Inep, os recenseadores encontram todos os módulos de preenchimento do Censo. A plataforma tem intuito de capacitar todos os envolvidos no preenchimento dentro da instituição de educação superior. Para o Censo 2020 o treinamento está disponível a partir de março de 2021.

Saiba mais sobre o Censo da Educação Superior

Orientações sobre o Censo

Acesse os manuais de preenchimento

Fonte: INEP

 

 

Deixe um comentário

*

captcha *