Apenas um curso de graduação em Alagoas obtém nota máxima na avaliação do Inep

Fonte: Gazetaweb.com

Curso de engenharia civil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal) de Palmeira dos Índios obteve nota 5P

Apenas o curso de engenharia civil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal) de Palmeira dos Índios obteve a nota máxima do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (18),  pelo Ministério da Educação e pelo Inep em coletiva de imprensa, na sede do Instituto, em Brasília (DF). 

No total, 126 cursos distribuídos em vinte instituições de ensino de Alagoas – entre faculdades, institutos e universidades- foram avalizados pelo Conceito Preliminar de Curso (CPC) – que classifica as graduações em uma escala que vai de um a cinco. O curso de engenharia civil do Ifal de Palmeira dos Índios foi o único a obter 5.

O Inep explica que para que um curso tenha oCPC calculado, é preciso que ele possua no mínimo dois estudantes participantes no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que avalia o desempenho dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos que se propõem a ensinar e as habilidades e as competências desenvolvidas pelo estudante durante sua formação.

Segundo o Inep, dos 126 cursos avaliados, 88 deles – o equivalente a 69,8% do total – obtiveram nota 3. Outras 16 graduações (12,6%) obtiveram nota quatro. Desse total, dez delas são oferecidas pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Outras quatro pertencem ao Centro Universitário Tiradentes, e uma, à Faculdade Figueiredo Costa (FIC).

Apenas um curso – o de pedagogia (licenciatura) do Instituto de Ensino Superior Santa Cecília (IESC), de Arapiraca – obteve nota 1. Outros 18 (o equivalente a 14,2% do total), obtiveram nota 2.

Em todo o País, apenas 2,5% dos 10.210 cursos de 2.066 instituições de ensino superior avaliadas tiveram desempenho máximo na avaliação do Inep. Outros 36,3% obtiveram conceito 4. A maioria dos cursos,52%, obteve conceito 3; 9,1% obtiveram conceito 2 e 0,4% obteve conceito 1, o menor na escala de qualidade.

Confira aqui o desempenho das instituições alagoanas avaliadas pelo Inep.

Deixe um comentário

*

captcha *