Institutos Federais – Setec realiza reunião com a nova diretoria do Conif

Durante o encontro, a Setec apresentou projetos e ações relevantes para a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC recebeu ontem (24), a nova diretoria do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), empossada na última terça-feira (23). Na pauta da reunião foi tratada a questão orçamentária para 2021, além de projetos e do planejamento das ações estratégicas para a condução dos trabalhos, objetivando a consolidação da Rede Federal no fortalecimento e na ampliação da oferta da educação.

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Wandemberg Venceslau, destacou a importância da articulação entre as instituições federais que compõem a rede, papel relevante de atuação do próprio Conif, no intuito de organizar as demandas, principalmente em relação ao orçamento. “Se tem um órgão central que tem essa visão nós conseguimos tanto articular junto ao parlamento, mas também utilizar melhor o recurso da Setec”, disse. Durante o encontro também foi apresentado um panorama sobre as definições do orçamento no país pelo assessor da Comissão Mista de Orçamento (CMO) da Presidência da República, Romero Arruda, que explicou prazos e prioridades a serem definidos. Além disso, o assessor expôs possíveis caminhos e formas de intervenções que podem ser realizadas pelas instituições para agregar valor ao orçamento, por meio até de emendas parlamentares.

Novas propostas apresentadas

O secretário da Setec também anunciou novidades previstas para o lançamento do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que pretende possibilitar a ampliação de parcerias entre a rede federal e a estadual de ensino para a oferta de cursos técnicos concomitantes. “A rede estadual que tem 5 itinerários para implementar do ensino médio, e um é o da educação profissional, só que este tem uma grande vantagem, que se o estudante estiver na educação profissional o recurso do Fundeb vai duas vezes para aquele estado ou para aquele município”, informou.

Outra grande inovação apresentada pela Setec à diretoria do conselho foi a plataforma de divulgação de cursos da rede federal. A proposta visa aumentar a visibilidade dos cursos ofertados pelas instituições, unificando o acesso ao portfólio de cursos e promovendo agilidade por meio de uma plataforma intuitiva e rápida. “Esta é uma forma de tentar padronizar as informações e facilitar o acesso pelo cidadão que quer procurar os cursos ofertados por uma instituição, respeitando a autonomia de cada uma”, afirmou o diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, Kedson Raul de Souza Lima.

A nova presidente do Conif, Sônia Regina de Souza Fernandes, reitora do Instituto Federal Catarinense (IFC), relatou acerca das necessidades das instituições quanto do retorno das atividades presenciais, expondo condições e realidades distintas vividas por cada uma delas. “São contextos diferentes e difíceis de fazer a própria gestão, porque a pandemia se coloca diferente em cada região, então nós não podemos tratar de maneira igual aquilo que é diferente, por isso o cuidado e o detalhamento dos dados para nos ajudarem a compreender melhor onde nós precisaremos agir”, expressou a reitora.

MEC – Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da SETEC – 25/02/2021